Messengers no cinema

Já falamos aqui sobre o Premium Rush, que deve estrear nos cinemas dos EUA no próximo mês de agosto. O filme contará a história de um messenger em Nova Iorque, interpretado por Joseph Gordon-Levitt.

Mas ciclistas mensageiros no cinema não são novidade. Alguns outros filmes já abordaram o tema:

Rush It (1978)

Protagonizado por Tom Berenger, Jom Heard e Jill Eikenberry, o filme conta uma história de amor entre messengers nova-iorquinos.

IMDb | Wikipedia

Quicksilver (1986)


Quicksilver conta a história de um acionista da bolsa, interpretado por Kevin Bacon, que depois de perder tudo, resolve mudar o rumo da sua vida e vai trabalhar como messenger.

IMDb | Wikipedia

The Flying Scotsman (2006)

Aqui o foco não é o bike messenger, mas sim a história verídica do ciclista escocês Graeme Obree (interpretado por Jonny Lee Miller), que entrou pra história do esporte ao bater duas vezes o Recorde da Hora na década de 90. O filme entra na lista por que, entre um campeonato e outro, Obree ganhava a vida como courier.

IMDb | Wikipedia

Anúncios

Mochilas Ortlieb

Equipamos nossos ciclistas com as mochilas Ortilieb Messenger Pro. A marca alemã é referência mundial em mochilas impermeáveis, e o modelo Messenger Pro foi pensado especificamente para uso em entregas.


A mochila é totalmente à prova d’água, e tem capacidade total de 30 litros. Leva numa boa um A3 sem precisar dobrar.

Motocicletas e Poluição

É comum achar que motocicletas poluem pouco, por serem veículos leves e que consomem pouco combustível (comparados a um carro). E, segundo vários estudos, é também um engano. Ao falarmos de poluição, deve-se levar em conta as emissões, e não o consumo.

Foto: Anderson Prado/Diário de S.Paulo

É justamente aí que a moto se torna a grande vilã. Nas emissões de Óxidos de Nitrogênio, ela “perde” apenas para o ônibus, mas consegue superá-lo no Monóxido de Carbono e nos Hidrocarbonetos. Ou seja, o veículo de duas rodas pode ser mais poluente mesmo em números absolutos. Se formos falar em emissões individuais, o cenário é bem pior, visto que um ônibus transporta algumas dezenas de pessoas, enquanto a moto leva no máximo dois (normalmente um).


Matéria do Jornal da Gazeta, de Dezembro de 2007. Mesmo com a redução citada no final da reportagem, as emissões ainda estão bem acima do que pode ser considerado ideal, segundo matéria do site Nossa São Paulo.

Estima-se que a frota de motocicletas hoje em São Paulo chegue perto de 900 mil, das quais 200 mil são Motoboys.

 

Fontes:

Folha de S. Paulo
UOL
Vá de Bike 1 | 2